Make your own free website on Tripod.com
DIGRESSÃO DO PORTUS87 PELOS PAÍSES BAIXOS
DYNAMIC EUROCUP
Home
DIÁRIO DE BORDO
OS 7 MAGNIFICOS
FOTOS EUROPEAN TOUR
DYNAMIC EUROCUP
GALAXY PROTONS CHALLENGE
JOGO NVC
HOMEPAGE PORTUS87

foto21.JPG

 
 
         1º fase  -   Sábado, 19 de Abril

O nosso primeiro encontro aconteceu cerca de uma hora depois da chegada e acabamos por defrontar uma equipa de recurso, os All Stars, dado que o Union 7 Zurich (Suiça) teve que desistir da competição já que três dos seus jogadores ficaram feridos num acidente de viação.

 

 ALL STARS (BEL.), 0  -  PORTUS 87,  5

 Entramos bastante bem no torneio, embora a equipa adversária não fosse de molde a oferecer grande resistência. Mas dado tratar-se do primeiro jogo, ainda para mais de um torneio, não estivemos mal, embora falhando no aspecto da concretização como habitual

Orlando, João (2), Tó, Greg (1), Manel; Zé e Paulo (2)

 

 

17.40     PORTUS 87, 1 -  FC DYNAMIC ZELEM (BEL.), 2

 Depois de uma paragem de 60 minutos (em que se disputaram mais 3 jogos do torneio), que não sendo benéfica para nenhuma equipa era particularmente perniciosa para nós, que já tínhamos tantos jogos nas pernas, além de milhares de Kms, voltamos a entrar em campo para enfrentar a equipa da casa.

As coisas começaram por nos correr muito mal: primeiro, porque quando foi necessário jogar com um pouco mais de entusiasmo logo o árbitro nos informou que não era admitido o contacto físico e muito menos sliding; segundo, porque a arbitragem foi descaradamente caseira (um penalty incluído...); terceiro, e neste caso por culpa nossa, entramos demasiado temerosos e sofremos dois golos nos primeiros dez minutos.

A partir de sensivelmente meio da partida decidimos ir para a frente, arriscar mais e a verdade é que só não viramos completamente o jogo por manifesta infelicidade e devido á boa exibição do guarda-redes adversário.

Orlando, Zé, Paulo, Tó, Manel (1); Greg e João

 

 

18.50     NOVENTA Y QUATRO (HOL.), 2  -  PORTUS 87,   0

Mais uma paragem de 60 minutos, que serviu para ver mais jogos, falar entre nós e com o Dirk, antecedeu o jogo decisivo para o apuramento no grupo C. Tendo o Dynamic vencido o 94, bastava o empate para conseguirmos a qualificação para a competição CUP. Devíamos ter levado isso mais em linha de conta e delineado uma estratégia de contenção para este jogo, mas como é típico do Portus quisemos jogar o jogo pelo jogo. Ora com as regras extremamente limitadoras que regiam os encontros acabámos por ser vítimas de nós próprios: sofremos um golo cedo e depois andamos sempre atrás do prejuízo, com a equipa adversária a gerir (a maior parte das vezes de forma pouco simpática) a sua vantagem, que acabou por aumentar para dois golos.

Foi um jogo amargo para nós, com pouca clarividência e raras oportunidades de chegar ao golo. Ainda por cima, não conseguimos esconder alguma revolta pela impossibilidade de jogar com mais empenho físico: de certa forma este tipo de futebol sem contacto físico é a própria negação da essência do jogo a luta e virilidade. É afinal de contas a vitória da chachada do politicamente correcto também no futebol...

Orlando, João, Tó, Greg, Manel; Zé e Paulo

  

               DYNAMIC EUROCUP (fase final)

Quartos de final  PLATE:

PORTUS 87,  4   -  ZVK WIMBLEDON ST. TRUIDEN A (BEL.),  O

 Não foi difícil vencer este jogo, o mais complicado foi não ser expulso do torneio. A equipa tentou circular melhor a bola, temporizar o suficiente cá atrás para permitir as desmarcações e na verdade durante alguns minutos jogamos bom futebol. Os golos surgiram então com naturalidade e apesar da nossa qualidade de jogo ter diminuído um pouco na parte final foi uma vitória imaculada. A arbitragem deste jogo foi ainda assim talvez a pior de todas: quase patética de tão preocupada em punir a mínima carga de ombro. Este tipo de excesso de zelo e de civilidade a gente dispensa...Como comentou o Helder à posteriori ao saber do acontecido: até é de estranhar que a bola fosse redonda...!

Orlando, João, Tó, Greg (2), Manel (1); Zé (1) e Paulo

 

Meia final PLATE:

PORTUS 87,  2   -  2 VINGERS ENSCHEDE (HOL.),  1

Este foi se calhar o jogo crucial para a nossa vitória no torneio PLATE. Enfrentamos uma equipa que enganava muito, bem mais organizada e perigosa do que parecia à primeira vista. Tal como acontecera no jogo anterior, entramos muito bem, com a bola a ser trocada magnificamente entre todos, sabendo esperar pelo momento certo para atacar. Assim fizemos dois golos e podíamos ter feito ainda mais. Mas de novo teríamos que saber sofrer, já que os adversários, em desespero de causa, decidiram pressionar em cima. Isso levantou-nos grandes dificuldades e depois de sofrermos um primeiro golo estivémos à beira de consentir o empate. Mas então o nosso guarda-redes de luxo, o Orlando assumiu-se como herói, defendendo um penalty, já perto do final. E assim alcançamos o jogo decisivo...

Orlando, Zé, Paulo, Tó, Manel (1); Greg e João (1)

 

   Final PLATE:

   SCHERPSCHUTTERS (BEL.), 0  -  PORTUS 87,  4

 Após um intervalo aproveitado para comer e beber as muito famosas e tantas vezes anunciadas e faladas sandes do Dirk souberam pela vida lá chegou a hora aguardada da final. Tivemos pena de não enfrentar os ingleses do Temple Villa London com quem simpatizávamos, mas tínhamos muita vontade de vencer estes belgas dos Shutters, que haviam vencido imerecidamente os referidos londrinos.

Nesta final, ficou provado que desta vez soubéramos aprender a lição: há que adaptar a estratégia a cada adversário. E foi o que fizemos, jogando com paciência e inteligência, desferindo golpes certeiros nos momentos correctos. Demonstramos em campo que éramos superiores a esta equipa e nem a lei do não me toques nos conseguiu vencer.

Quando já vencíamos por 2-0 (e depois de nos anularem mais um golo de forma ridícula) o melhor jogador adversário magoou-se, o que nos facilitou a vida e fez o marcador subir aos 4-0.

Desta forma ganhamos com categoria o torneio dos amadores, por assim dizer, sendo que com um pouco mais de cabeça poderíamos ter alcançado a CUP.

Orlando, João, Tó (2), Greg, Manel (2); Zé e Paulo

 

 
 
CLASSIFICAÇÃO FINAL
 
CUP
 
1º Ass. Congolaise (Congo Belga) 
2º Tranmere (Ing)
3º De Zwaan (Hol)
4º Mediamonks (Hol)
5º Noventa y quatro (Hol)
6º FC Dynamic (Bel)
7º Saint Helena island (South Atlantic Ocean)
8º Kick Off (Bel)
 
PLATE
 
PORTUS87 (Port) 
2º Schutters (Bel)
3º Temple Villa (Ing)
4º 2 Vengers A (Hol)
5º Wimbledon St truiden A(Bel)
6º 2 Vengers B (Hol)
7º Wimbledon St. Truiden B (Bel)
8º All Stars (Belg)
 
 
 
 
RESULTADOS COMPLETOS
 
Saturday 19 April 2003
 
Group - C
Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) - Noventa Y Quatro Utrecht (Netherland) 5 - 0
All Stars (Belgium) -  Portus 87 Porto (portugal) 0 - 5
Noventa Y Quatro Utrecht (Netherlands) - All Stars (Belgium) 7 - 1
Portus 87 Porto (portugal) - Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) 1 - 2
All Stars (Belgium) - Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) 0 - 7
Noventa Y Quatro Utrecht (Netherlands)- Portus 87 Porto (portugal) 2 - 0

 
Group - A
ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium) - Mediamonks Amsterdam (Netherlands) 0 - 11
ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands) - Temple Villa London (England) 3 - 0
Mediamonks Amsterdam (Netherlands) - ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands) 1 - 1
Temple Villa London (England) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium)
8 - 0
ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium) 9 - 1
Mediamonks Amsterdam (Netherlands) - Temple Villa London (England) 1 - 1

Group - B
2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium) 8 - 1
Kick-Off Kessel-Lo (Belgium) - Tranmere Victoria Liverpool (England) 1 - 2
ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium)-  Kick-Off Kessel-Lo (Belgium) 1 - 7
Tranmere Victoria Liverpool (England) - 2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) 1 - 0
Kick-Off Kessel-Lo (Belgium) - 2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) 3 - 1
ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium) - Tranmere Victoria Liverpool (England) 0 - 5

Group - D
2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) - Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium) 1 - 1
Futsal association Congolaise - Saint Helena island (South Atlantic Ocean)
3 - 0
Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium) - Futsal association Congolaise 0 - 4
Saint Helena island (South Atlantic Ocean) - 2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) 2 - 0
Futsal association Congolaise - 2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) 2 - 0
Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium) - Saint Helena island (South Atlantic Ocean) 1 - 4


Sunday 20 April 2003
 
Quarter finals Plate
Temple Villa London (England) - All Stars (Belgium) 5 - 0
2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) - Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium) 2 - 3
Portus 87 Porto (portugal) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium) 4 - 0
2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium) 4 - 0


Qualification matches place 5 - 8 Plate
All Stars (Belgium) - 2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) 0-0 p 0-1
ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium) 2 - 4
 
Semi finals Plate
Temple Villa London (England) - Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium) 2-2 p 2-3
Portus 87 Porto (portugal) - 2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) 2 - 1

End matches Plate
All Stars (Belgium) - ZVK Wimbledon Sint-Truiden 1 (Belgium) 3 - 4
2 Vingers Enschede 2 (Netherlands) -ZVK Wimbledon Sint-Truiden 2 (Belgium) 2 - 3

 
3º LUGAR
Temple Villa London (England) - 2 Vingers Enschede 1 (Netherlands) 6 - 1
 
FINAL
Scherpschutters Scherpenheuvel (Belgium)- Portus 87 Porto (portugal)
0 - 4


Quarter finals Cup
ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands)- Noventa Y Quatro Utrecht (Netherland) 3 - 2
Sint Helena island (South Atlantic Ocean) - Tranmere Victoria Liverpool (England) 1-1 p 1-2
Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) - Mediamonks Amsterdam (Netherlands) 0 - 1
Kick-Off Kessel-Lo (Belgium) - Futsal association Congolaise 0 - 3

Qualification matches place 5 - 8 Cup
Noventa Y Quatro Utrecht (Netherland) - Saint Helena island (South Atlantic Ocean) 5 - 1
Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) - Kick-Off Kessel-Lo (Belgium) 3-3 p 2-0

Semi finals Cup
ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands) - Tranmere Victoria Liverpool (England) 0 - 2
Mediamonks Amsterdam (Netherlands) - Futsal association Congolaise 0 - 1 


End matches Cup
Saint Helena island (South Atlantic Ocean) - Kick-Off Kessel-Lo (Belgium)
4 - 0
Noventa Y Quatro Utrecht (Netherland) - Futsal Club Dynamic Zelem (Belgium) 4 - 1

3º LUGAR:
ZVV De Zwaan Veldhoven (Netherlands) - Mediamonks Amsterdam (Netherlands) 5 - 0

FINAL:
Tranmere Victoria Liverpool (England) - Futsal association Congolaise 0 - 1

Enter supporting content here